Notícias

Saúde

23/04/2019 - 20:42

Depois de passar dois anos com forte coceira e a inflamação pelo corpo, uma pernambucana teve que entrar com processo nos tribunais para receber o único medicamento capaz de controlar a urticária crônica espontânea. O remédio custa, em média, R$ 2.800 e só era liberado pelo SUS para outro tipo de doença, a asma. Confira esta e outras reportagens no programa Via Legal desta quarta-feira (24), às 21h, na TV Justiça.

Por: Divisão de Comunicação Social do TRF5 - comunicacaosocial@trf5.jus.br

Ícone: Enviar email Enviar por e-mail

Ícone: Imprimir Imprimir